Prefeito Arthur Neto. Foto: Marcio James
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O pleno do Tribunal de Contas do Amazonas julga na próxima quarta-feira (23), às 10h, em sessão especial, as contas do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), referente ao exercício de 2019.

Com quase cinco mil páginas, o processo das contas do terceiro ano de gestão do prefeito tem relatoria do conselheiro Josué Filho e parecer ministerial do procurador-geral de Contas João Barroso.

A sessão especial terá composição de mesa, conforme solicitação do relator e anuência do conselheiro-presidente do TCE, Mario de Mello, e serão convidados, entre outros, o próprio prefeito de Manaus, Arthur Neto.

Orçamento — As contas de 2019 da Prefeitura de Manaus, cujo orçamento executado foi de, aproximadamente, R$ 6,1 bilhões (distribuído em mais de 50 unidades gestoras do município) foram encaminhadas ao TCE-AM, por meio do sistema e-Contas, no dia 12 de março passado. As contas foram analisadas por técnicos do TCE, integrantes da Comissão das Contas do Prefeito, sob a coordenação do conselheiro Josué Filho.

O pleno do TCE-AM emitirá um parecer prévio (técnico e opinativo), que será encaminhado à Câmara Municipal de Manaus (CMM), que fará, posteriormente, o julgamento político das mesmas contas.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •