Ratos são criados para virar comida na Itália (Foto: Pixabay)
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A polícia italiana apreendeu mais de 200 ratos que seriam usados em um ritual de uma máfia local. Três pessoas foram presas. As informações foram divulgadas pelo jornal italiano Corriere della Sera.

O ritual foi descoberto através de escuta. “Quando a polícia ouviu os telefonemas da máfia durante as investigações sobre o narcotráfico, ficou sabendo que depois de disputas entre clãs fazem jantares pacíficos onde comem arganazes”, contou Giovanni Malara, fundador do grupo anti-caça furtiva Gruppo Adorno.

Os arganazes são vistos como iguarias no sul da Itália, mas é proibido comê-los. Mesmo assim a máfia costuma usar o animal em reuniões e rituais.

De acordo com o jornal, os ratos são capturados após o inverno, pois estão sonolentos pela hibernação. É comum que os animais mais jovens sejam criados ilegalmente para crescer e virar alimento.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •