FOTO: Divulgação/PMAM
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Durante uma ação dos policiais militares do 2º Grupamento de Polícia Militar (BPM), na primeira quinzena do mês de setembro foi apreendida uma grande quantidade de carne de pescado ilegal da espécie pirarucu em forma de mantas, bem como unidades do peixe que está em período de defeso. A ação ocorreu em lagos do município de Nhamundá (a 383 quilômetros da capital).

A ação fiscalizatória ambiental foi desencadeada em apoio à Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do município, para averiguar denúncias de comunitários residentes em áreas de preservação ambiental, sobre a ocorrência de pesca predatória e matança de animais silvestres, no complexo de lagos chamado Macuricanã.

As equipes de fiscalização constataram as denúncias, e se depararam com várias canoas e uma embarcação pesqueira, a maioria delas oriundas do estado vizinho, o Pará, flagradas praticando pesca predatória. Em razão disso, todos os materiais utilizados na pesca e o pescado ilegal foram apreendidos, foram encaminhados à delegacia da cidade.

Com informações da assessoria da PM


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •