Foto: Cleomir Santos / Semed
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou na quinta-feira, 10/6, o “Painel Pedagógico”, sobre as ações de março a maio do Departamento de Gestão Educacional (Dege). O evento ocorreu no auditório da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), localizado na avenida Maceió, bairro Adrianópolis, na zona Centro-Sul e teve como objetivo socializar ações, resultados dos indicadores trabalhados e propor intervenções que contemplem o que não foi alcançado nas metas.

Participaram do encontro os responsáveis de nove setores da Semed. Foram apresentados resultados dos trabalhos pedagógicos realizados junto aos pais, professores, gestores, pedagogos, dentre outros segmentos. Por meio do indicador, o índice de procedimentos realizados pelos setores do Dege, foi apresentado o resultado de 97% da meta alcançada, o que corresponde a 437 procedimentos realizados na rede municipal de ensino.

O secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, acompanhou a apresentação dos resultados e afirmou que todos os procedimentos serão realizados para garantir a qualidade do processo de ensino aprendizagem na rede municipal.

Foto: Cleomir Santos / Semed

“Estamos acompanhando de perto os trabalhos realizados, as metas e os objetivos que são alcançados, de fundamental importância. Vamos a partir desse painel, estabelecer ações para as questões que estão mais críticas de buscarmos soluções. Por exemplo, a defasagem idade-série, que já determinei que façamos um encontro com os nossos técnicos da secretaria para apresentar sugestões”, comentou.

Para o subsecretário de Gestão Educacional (SSGE) da Semed, Carlos Guedelha, a socialização dos trabalhos realizados pelos vários setores da Semed é para buscar soluções e ações em prol da qualidade da educação no município de Manaus.

“É muito importante para revisarmos tudo que foi feito até aqui e em que pontos estamos em nossa caminhada. Temos alguns pontos verdes, que tem a ver com os processos, programas e projetos realizados, mas alguns faróis vermelhos apontando para um alerta, na qual possamos buscar soluções para os problemas que estão nos afligindo”, salientou.

Cemasp

O Centro Municipal de Atendimento Sociopsicopedagógico (Cemasp), apresentou no painel os resultados do telerresgate, sendo uma busca ativa dos alunos engajados no projeto “Aula em Casa” e o acompanhamento das crianças com dificuldades de aprendizagem.

Para a coordenadora do Cemasp, Hulda Hellen Oliveira, é fundamental o trabalho realizado pelo órgão com os alunos. “Nossa avaliação foi muito positiva, considerando que esse momento é enriquecedor para nós, que somos profissionais dentro da secretaria. Além de compartilhar os nossos resultados com os colegas, também podemos entender como os trabalhos deles estão sendo realizados. O nosso trabalho tem uma característica muito forte no presencial, inclusive em relação ao telerresgate, onde o Cemasp tem um plano estrutural muito bem definido, o qual somos referência em nível nacional”, citou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •