Foto – Marcely Gomes / Semcom
Compartilhe

O prefeito David Almeida, em menos de um ano, realizou uma força-tarefa para melhorar o transporte dos alunos da Secretaria Municipal de Educação (Semed), que fazem parte de escolas da zona rural ribeirinha, para garantir mais segurança a todos. Na segunda-feira, 29/11, iniciaram os serviços de troca de motor em dez lanchas que estavam paradas há pelo menos quatro anos. Também foram comprados quatro rabetas completas para que as embarcações voltassem a funcionar. Os serviços são realizados no porto do São Raimundo, zona Oeste de Manaus.

Além disso, alunos, condutores das embarcações e monitores receberão novos coletes salva-vidas. A rede municipal de educação já entregou 200 coletes nos tamanhos G e GG e até o fim do ano entregará os outros tamanhos. O papel do monitor também é outra novidade desta gestão. 

O subsecretário de Infraestrutura e Logística da Semed, Marcelo Campbell, comentou como essa iniciativa impactará de modo positivo os alunos.

Foto – Marcely Gomes / Semcom

“Com essa iniciativa devolvemos dignidade aos alunos, porque é o direito deles ter a opção de transporte para a escola. Assim, as famílias não precisam mais passar por dificuldades para realizar esse deslocamento. Com esse barco bonito, entregue nesta tarde, as crianças terão segurança. Cuidar das pessoas com bastante respeito é uma das prioridades do prefeito David Almeida”, enfatizou.

Para a chefe da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Rural, professora Rosa Denise, essa ação vai contribuir para a melhoria do ensino na zona ribeirinha.

“Esses novos motores significam muito para nossos alunos, porque vão voltar para a aula, para a escola e, assim, terão um aprendizado significativo. Nesta gestão iremos entregar lanchas que estavam paradas há mais de três anos. Isso irá contribuir também para que os nossos índices de aprendizagem na zona ribeirinha sejam maiores”, destacou.

Ao todo, a Semed possui 50 lanchas. Das dez embarcações que receberão novos motores, duas ficaram prontas na tarde desta segunda, 29/11. 

A Escola Municipal Monte Sinai, no baixo Rio Preto da Eva Tapaiuna, no rio Amazonas, foi a primeira a receber a lancha nova. A unidade atende aproximadamente 78 alunos, e segundo a gestora, Enir da Silva Tavares, desde 2019 os estudantes estavam sem transporte.

“Para a nossa escola, essa lancha é fundamental, porque a maioria dos nossos alunos vinham em suas próprias canoas nesses dois anos que ficamos sem lancha. Nesse novo transporte faremos o translado das crianças em segurança. Estamos muito alegres e agradecemos ao prefeito David Almeida, que tem feito muito nesse pouco tempo de gestão e conseguimos ver, realmente, as mudanças nas escolas”, declarou a diretora.

Revitalização

No primeiro semestre deste ano, 27 lanchas, que foram adquiridas em 2012, receberam pela primeira vez uma revitalização completa, como serviços de pintura, implantação de adesivos com a nova logo da Prefeitura de Manaus, troca de rabeta, baterias, cabos de direção, de manete, manutenção dos motores, filtros de combustível, engate rápido, entre outros. 

Além disso, foram entregues duas lanchas menores completas: uma para a escola municipal indígena Kanata T-ykua e outra para a escola Arthur Virgílio.

A Semed atende aproximadamente três mil alunos em 50 escolas, 31 no rio Negro e 19 no rio Amazonas. As aulas da zona ribeirinha encerraram em outubro e retornarão em janeiro. A previsão é que até lá todas as lanchas estejam 100% recuperadas e prontas para transportar os alunos em total segurança.

#Revitalização #Educação #Manaus #PrefeituraDeManaus #Lanchas #Semed #ZonaRuralRibeirinha


Compartilhe