Foto: Divulgação
Compartilhe

O planejamento sexual e reprodutivo e as formas de prevenção ao câncer do colo do útero ganham destaque em uma roda de conversa a ser realizada pela Prefeitura de Manaus, em parceria com a Organização da Sociedade Civil (OSC) Comunidade Nova e Eterna Aliança, nesta sexta-feira, 28/1. A programação acontecerá na sede da instituição social, no Centro da cidade, às 10h, para as mulheres em situação de rua e trabalhadoras do sexo atendidas pela OSC.

O evento está sendo organizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio dos Núcleos de Saúde dos Grupos Especiais (Nusge) e de Saúde da Mulher (Nusam). A proposta da roda de conversa é fortalecer o trabalho de educação em saúde desenvolvido pela Atenção Primária, criando um espaço de confiança para abordar os temas, a partir da troca de informações.

A titular da Semsa, Shádia Fraxe, explica que a iniciativa tem o objetivo de levar informações da rede primária a um segmento da população que muitas vezes desconhece a rede de saúde.

“Para nós, da rede de saúde do município, esse trabalho é muito importante, porque é a oportunidade de explicar como e onde o usuário pode buscar atendimento e orientações que são fundamentais na promoção à saúde e prevenção de doenças”, assinalou.

300x250tce

A chefe do Núcleo de Saúde da Mulher da Semsa, Gerda Coêlho, antecipa que as formas de autocuidado serão a base do diálogo na roda de conversa, de modo a sensibilizar as mulheres para que elas tenham condições de tomar decisões de forma consciente.

“Nossa proposta é falar sobre esses temas de uma maneira bem simples, com informações sobre métodos anticoncepcionais, destacando a importância do planejamento reprodutivo, enfocando os direitos sexuais e reprodutivos. E, teremos o Março Lilás, que é o mês dedicado à prevenção e ao combate ao câncer do colo do útero, vamos conversar também sobre as formas de prevenção, tratamento do câncer e da importância do autocuidado feminino”, acentuou.

Para a chefe do Nusge, Wanja Dias Leal, a roda de conversa representa uma ótima oportunidade para fortalecer as estratégias de atenção e promoção de cuidados direcionados a esse segmento da população.

“Muitas dessas mulheres estão em situação de rua e há a necessidade de um cuidado diferenciado, por conta da alta vulnerabilidade social a que estão expostas cotidianamente. Elas enfrentam maiores barreiras e dificuldades de acesso à saúde, seja pelo desconhecimento sobre as medidas de autocuidado e prevenção, seja pela pouca compreensão dos fluxos da rede ou ainda pelo preconceito que marca sua existência nas ruas. A Semsa, com isso, dá um importante passo na saúde sexual e reprodutiva dessas usuárias em Manaus”, reforçou.

A Comunidade Nova e Eterna Aliança atua há mais de 23 anos com pessoas em situação de vulnerabilidade com serviços de acolhida, escuta qualificada, acompanhamento especializado, orientação e encaminhamento e atividades de convívio e socialização.  A OSC também oferta almoço e café da manhã, guarda pertences e documentos, além de oferta de kits de higiene pessoal e bucal.


Compartilhe