Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Presa desde a semana passada, a ex-deputada federal Cristiane Brasil foi registrada como candidata à Prefeitura do Rio pelo PTB. Filha do presidente nacional da legenda, Roberto Jefferson, Brasil está presa preventivamente (sem prazo para sair). 

A ex-deputada é investigada por suposta participação em um esquema de corrupção que foi alvo da segunda etapa da Operação Catarata. A ação investiga desvios em contratos de assistência social no governo do estado e na Prefeitura do Rio. Cristiane atuou como secretária de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida na Prefeitura do Rio e já foi cotada para o Ministério do Trabalho no governo Temer.

A sigla ensaiou formar coligação com o atual prefeito, Marcelo Crivella, dos Republicanos. Ele será candidato à reeleição. As duas legendas apoiam o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Mas decidiu levar adiante a candidatura própria, mesmo com a postulante presa.

A ideia, segundo Jefferson, é usar o horário eleitoral para defender a candidata. Para vice, foi inscrito Fernando Bicudo, também filiado ao partido. A chapa foi protocolada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro no final da tarde da última quarta-feira (16). Era o último dia para inscrição de candidaturas para o próximo pleito.

Apesar de detida, Cristiane pode concorrer nas eleições. Isso porque, por não ter condenação por órgão colegiado, ela não se enquadra na Lei da Ficha Limpa.

Com informações de O Globo


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •