Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A vereadora Professora Jacqueline (Podemos) protestou contra o fornecimento de energia elétrica oferecido pela Amazonas Energia na Zona Rural de Manaus. Durante o pronunciamento na Sessão Plenária desta segunda-feira (21), a vereadora também mencionou comunidades localizadas nas áreas urbanas como Rei Davi e Parque dos Buritis que já existem há mais de oito anos e ainda recorrem a sistemas clandestinos de abastecimento.

Compartilhando depoimentos de moradores do Pau Rosa, Jacqueline relatou que a interrupção de energia chega a passar de dois dias seguidos. “Na última quarta-feira eu citei sobre os riscos que os moradores e produtores rurais do Pau Rosa estão enfrentando pela situação da energia. Ontem um cabo de alta tensão caiu em cima de uma casa e fez duas vítimas. A terceira vítima, perdeu seus pais e ainda está em estado grave no hospital. Parece que estamos vivendo o tempo das trevas porque a energia mais falta do que tem. Ninguém quer viver de gato. Quem quer viver na escuridão?”, questionou.

Em outubro de 2019, a Professora Jacqueline articulou uma audiência pública com diretores da Amazonas Energia para tratar de melhorias dos transformadores  nas comunidades do BR-174. “Depois da audiência pública sobre o tema, o serviço deu uma melhorada mas ainda há muito a ser feito para o desenvolvimento da zona rural, uma vez que quando chega energia, aumenta também o número de moradores para a área. Mas é preciso um serviço de qualidade, impressionante é que a conta vem sempre em dia e o valor só aumenta”, acrescentou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •