Compartilhe

Dos 436 profissionais de saúde selecionados no chamamento público emergencial da Prefeitura de Manaus, 350 já estão trabalhando na rede de atenção básica. São médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e fisioterapeutas que, durante o período de seis meses, irão fortalecer os serviços de saúde ofertados pelo município.

A contratação, em regime temporário, foi necessária para suprir as demandas relacionadas ao cenário epidemiológico da capital, marcado pelo aumento no número de casos de Covid-19 e outras síndromes gripais e também pelo aumento de profissionais licenciados por motivo de doença, neste início de ano.

Do total de profissionais de saúde selecionados, 86 não compareceram para formalizar o processo de integração à rede municipal de saúde. Para suprir essas vagas, a Prefeitura de Manaus realizará uma nova chamada no mês de fevereiro, de acordo com a classificação dos profissionais que estão no banco de reserva.

“Os serviços da Semsa, principalmente aqueles ligados à testagem rápida de antígeno para a Covid-19, que incluem assistência médica e farmacêutica, e a vacinação, que agora contempla o público infantil, estão sendo bastante demandados pela população. Estamos ainda com déficit de profissionais que precisaram se afastar por motivo de doença. Esse novo quadro exigiu uma reordenação da rede e por isso é necessário fazer um novo chamamento, para que essas vagas sejam ocupadas”, explica a titular da Semsa, Shádia Fraxe.

300x250tce

O Edital de Chamamento Público Emergencial 001/2022, que disponibilizou 436 vagas, foi realizado em uma única etapa de caráter classificatório. As inscrições foram realizadas somente pela internet, no período 17 a 19. O resultado foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM), da última quinta-feira, 20/1, e os profissionais selecionados tiveram os dias 21, 22 e 24 de janeiro para apresentar a documentação na sede da Semsa e assim dar seguimento aos procedimentos pré-admissionais.

Do total de 436 vagas, 63 foram destinadas para médico clínico geral (40 horas); 55 vagas para médico clínico geral (20 horas); 74 vagas para enfermeiros; 238 vagas para técnico em enfermagem e 6 vagas para fisioterapeuta.

Concurso

Para ampliar sua capacidade de atendimento na Atenção Primária à Saúde, a Semsa vai realizar novo concurso público para preenchimento de 2.001 vagas. O certame está sendo organizado pela Fundação Getúlio Vargas, e as provas acontecem em abril e maio.

As inscrições estão abertas até o dia 3 de fevereiro para Especialistas em Saúde (médicos) e até o dia 15 de fevereiro para os cargos Especialista em Saúde (nível superior), Assistente em Saúde (níveis fundamental, médio e médio técnico) e Assistente em Saúde (condutor de motolância e condutor de ambulância).

As informações sobre o concurso e as respectivas inscrições, que se encerram no dia 15 de fevereiro, podem ser conferidas pelo link: https://bit.ly/editalsemsa2022.


Compartilhe