Os preparativos para o evento são coordenados pelo presidente do PSL Regional, Ângelo Roberto Cecílio (Foto Divulgação)
Compartilhe
  • 13
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    13
    Shares

A cúpula estadual do Partido Social Liberal (PSL) vai se reunir com filiados e seguidores em Parintins, no dia 18 de agosto, para o lançamento do Diretório Municipal da legenda que tem como candidato a presidência da República, o deputado federal, Jair Bolsonaro. A inauguração da sede, localizada na Rua Faria Neto, número 2030, ao lado do Banco do Brasil, também marca o compromisso do PSL de consolidar a campanha do presidenciável e do candidato a deputado federal, delegado da PF, Pablo Oliva.

Os preparativos para o evento são coordenados pelo presidente do PSL Regional, Ângelo Roberto Cecílio, que tem a missão de fortalecer o projeto político da sigla nos municípios do Baixo Amazonas para eleger Jair Bolsonaro e Pablo Oliva. “Sou filiado ao PSL desde 2013. Quando o Bolsonaro chegou ao partido como candidato a presidência, eu fui convidado pelo presidente estadual, Coronel Ubirajara Rosses, além do delegado Pablo Oliva, para alavancar o partido em Parintins e os municípios dessa região”, enfatiza.

Tornar o partido mais forte, com candidatos “ficha limpa” e pessoas íntegras, sem envolvimento em escândalos, é o desafio do Diretório Municipal do PSL, seguindo a política nacional. “A chegada do diretório fez com que houvesse um grande repercussão e adesão local. Isso se deve ao fato de termos o Jair Bolsonaro como candidato a presidência, porque o nome dele cresceu e tem muitos adeptos em Parintins. Então, convidados a população a conhecer a nossa sede e as nossas propostas de trabalho”, salienta o presidente regional.

Coronel Ubirajara Rosses assumiu a presidência estadual do PSL no início de 2018, ungido pelo pré-candidato a presidência da República, Jair Bolsonaro, e ficou no lugar do vice-prefeito, Tony Medeiros, que comandava o partido desde a época de deputado estadual, de 2011 a 2014. Nas eleições municipais de 2016, o PSL em Parintins formou chapa com Bi Garcia (PSDB), elegendo Tony Medeiros vice-prefeito, e o vereador Bertoldo Pontes. Com a mudança de presidente estadual, o PSL caminha de forma independente, sem alianças com candidatos ao governo do Estado do Amazonas.

Para a campanha dos candidatos a a deputados estaduais, o partido coligou com PHS e PTB. O PSL coligou para deputado federal com PR, PP, PV, PPS, SD, PHS, PTB e PDT. A sigla decidiu não lançar nenhum nome para uma cadeira no Senado. “Foi uma orientação nacional não coligar com nenhum candidato ao cargo de governador do Amazonas, nem fazer palanque, porque são nomes que não representam a visão política do partido no âmbito nacional”, explicou Cecílio.


Compartilhe
  • 13
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    13
    Shares