Eleíta Almeida foi candidata a vereadora pelo MDP partido da prefeita Patrícia Lopes e teve 201 votos e é suplente na Câmara Municipal de Figueiredo (Foto Reprodução do Facebook)
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A secretária Municipal de Assistência Social e Cidadania de Presidente Figueiredo, Eleíta Almeida Santos, pediu exoneração do cargo depois da prisão temporária de seu irmão, Tiago Almeida dos Santos, 36.

Tiago é investigado por integrar um grupo criminoso que desviava cartões de auxílio financeiro oferecido pela prefeitura.

O vereador Virgílio Mendonça, 1ª Secretário da Mesa Diretora da Câmara Municipal, pediu o afastamento da secretária e subsecretária até a conclusão das investigações.

Entenda o Caso

Tiago Almeida foi preso na última terça-feira (5) por policiais civis da 37ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) durante a Operação Auxílio Reclusão.

Além do irmão da secretária foram presos, também, Antônio Ferreira Pontes, 59, e Illana Raquel Lima Pontes.

De acordo com o delegado Valdinei Silva, da 37ª DIP, a operação foi deflagrada após denúncias anônimas serem recebidas pelas equipes policiais, informando que cartões do auxílio emergencial estariam sendo extraviados da Semasc da qual Tiago era funcionário, e trocados por dinheiro no comércio da cidade.

O benefício oferecido pela prefeitura do município foi criado em fevereiro deste ano, com o objetivo de ajudar financeiramente cerca de 8 mil cidadãos de baixa renda afetados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em cinco endereços, sendo as casas dos infratores, um supermercado de propriedade de Antônio, a residência da secretária da Semasc, além da sede do órgão.

As ordens judiciais foram solicitadas à Justiça e decretadas na manhã da última terça-feira (05/10), pelo juiz Roger Luiz Paz de Almeida, da Vara Única Da Comarca De Presidente Figueiredo.

Os indivíduos irão responder por associação criminosa, furto qualificado, usura pecuniária e peculato e furto.

Os três permanecerão custodiados na carceragem da 37ª DIP, à disposição do Poder Judiciário.

Irmão da secretária da Semasc de Figueiredo é preso acusado de desviar auxílio destinado a famílias carentes


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •