Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A escolha do Complexo Turístico da Ponta Negra para sediar o FIFA Fan Fest foi elogiada pelo secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke, durante visita a Manaus neste domingo, 16. Acompanhado do secretário executivo do Ministério do Esporte, Luís Fernandes, Valcke chegou à cidade no início da tarde e, além da Ponta Negra, visitou também a Arena da Amazônia Vivaldo Lima.

Encantado com o visual do local, o secretário da FIFA afirmou que a prefeitura acertou na escolha da Ponta Negra para a realização do evento. "Copa do Mundo sem Fan Fest não é Copa do Mundo e a prefeitura, sem dúvida, escolheu um dos lugares mais bonitos para realizá-lo", disse.

Na Ponta Negra, a comitiva também pôde conhecer o Programa Municipal de Qualificação de Taxistas, que promoveu, gratuitamente, curso de Inglês Básico para 200 taxistas da cidade, capacitando-os para atender os turistas estrangeiros que vierem a Manaus para a Copa. Recepcionado pelo diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, no calçadão, Valcke foi conduzido por três taxistas que participaram do projeto até o anfiteatro. No trajeto, pôde conversar com eles em inglês e aprovou a iniciativa.

Francisco Airton, um dos beneficiados do programa, afirmou que o curso de inglês vai abrir novas oportunidades para ele em sua profissão. “Antes eu não sabia nem como cobrar um turista estrangeiro. Hoje, posso recebe-lo bem, explicar algumas coisas da cidade e, na hora de dizer quanto foi a corrida, não fico mais na dúvida”, explicou.

Harmonia

Após a Ponta Negra, Valcke e sua comitiva seguiram para a Arena da Amazônia, onde, acompanhada do prefeito Arthur Virgílio Neto e do vice-governador José Melo, inspecionaram a obra, que está 97% concluída. No encontro, o prefeito destacou a harmonia entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Manaus como elemento fundamental para que Manaus cumprisse os requisitos necessários para sediar, com êxito, a Copa do Mundo de 2014. "Fico muito honrado em receber a delegação da Fifa e a alta direção do Ministério do Esporte, que tem realizado um belo trabalho para consolidar a ideia de que o Brasil é capaz de sediar um grande evento como é a Copa do Mundo, que tem Manaus como subsede. Aqui demonstramos todo o empenho do Governo do Estado e da Prefeitura em provar que nossa cidade pode vir a ser uma indústria de grande eventos porque quem é capaz de sediar uma Copa do Mundo com êxito é capaz de sediar qualquer outro grande evento", avaliou.

Jérôme Valcke afirmou que Manaus surpreendeu a organização da Copa e está apresentando um excelente resultado. Ele destacou que a cidade vai receber os principais jogos da primeira fase do mundial e que o mundo estará voltado para o Amazonas. "Estamos a pouco mais de cem dias para o início da Copa e tínhamos certas dúvidas em relação à cidade, mas vemos que tudo está dentro do cronograma e não tenho dúvidas de que a partida entre Inglaterra e Itália vai atrair milhares de pessoas e todas serão bem recebidas, por isso parabenizo Manaus" afirmou.

Para o secretário executivo do Ministério do Esporte, Luís Fernandes, o que deu impulso a Manaus no último ano foi o perfeito entendimento entre as duas esferas de governo locais, a estadual e a municipal. “Vimos que há algum tempo atrás isso não acontecia e que agora, isso tem sido essencial para que Manaus se qualifique para o evento. Vir aqui, acompanhando a comitiva da Fifa, e ouvir o depoimento deles em relação ao estádio e a cidade nos enche de orgulho e reafirma e a importância desse trabalho conjunto", destacou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •