Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Senador Omar Aziz participou da reunião da bancada do Partido Social Democrático (PSD), no Senado, sobre a Proposta de Emenda Constitucional 125/11, a PEC da Reforma Eleitoral.

O encontro aconteceu, na tarde desta terça-feira (14), no Gabinete da Liderança do PSD, no Senado. Aprovada em segundo turno em agosto, na Câmara, a PEC prevê a volta da coligação partidária nas eleições proporcionais (deputados e vereadores) a partir de 2022, entre outros pontos. A matéria agora tramita no Senado.

Para que a medida entre em vigor, a PEC precisa virar emenda constitucional antes do começo de outubro (um ano antes do pleito). Atualmente, a Emenda Constitucional 97, de 2017, proíbe as coligações, que não puderam ser usadas nas eleições municipais de 2020.

“O PSD é um partido plural e democrático. É importante que os senadores apresentem seus pontos de vista e a gente consiga chegar a um denominador comum que seja bom para o povo brasileiro e justo para o processo eleitoral”, avaliou o Senador Omar.

Segunda maior bancada do Senado, com 11 parlamentares, o PSD poderá ser determinante na votação. Além de Omar Aziz, integram o partido na Casa os senadores Angelo Coronel (BA), Antonio Anastasia (MG), Carlos Fávaro (MT), Carlos Viana (MG), Irajá (TO), Lucas Barreto (AP), Nelsinho Trad Filho (MS), Otto Alencar (BA), Sérgio Petecão (AC) e Vanderlan Cardoso (GO).


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •