Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um idoso de 61 anos foi preso após confessar ter estuprado a neta de 13 anos, em Botucatu, no interior de São Paulo. De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi até a casa do avô para pedir dinheiro. No entanto, o homem a levou para o quarto e a estuprou. As informações são do G1 e do Uol.

Logo após o crime, o idoso deu R$ 12 para a criança. Segundo o delegado seccional Lourenço Talamonte, o estupro ocorreu no dia 4 de janeiro, mas só chegou ao conhecimento das autoridades no último dia 22, quando o homem se apresentou, por iniciativa própria, na delegacia.

Ainda conforme a polícia, a menina passou por exame de corpo de delito, que confirmou o estupro. A delegacia fez um pedido de prisão preventiva do suspeito, que foi acatado pela Justiça. A Polícia Civil informou ainda que o idoso já havia sido condenado por estuprar a filha dele, mãe da menina, quando ela tinha 10 anos.

O homem cumpriu pena por esse crime e chegou a ficar detido por cerca de sete anos. Segundo o G1, o mandado de prisão preventiva contra o idoso foi cumprido na quarta-feira (24) e ele foi levado para a cadeia de Itatinga.

Mãe da menina morreu de covid-19

O idoso se apresentou na delegacia e confessou o crime no mesmo dia que a mãe da vítima morreu. “A menina era criada pela mãe até a última segunda-feira, mas faleceu de covid-19”, contou a delegada Luciana Souza ao Uol. De acordo com a polícia, a criança está em um abrigo de menores acompanhada por conselheiros tutelares.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •