Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nesta quinta-feira (31/12), o Teatro Amazonas comemora 124 anos. Com o espaço fechado devido às medidas estabelecidas em decreto pelo Governo do Estado, a fim de evitar a disseminação da Covid-19, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa lançará um vídeo para o público com informações sobre um dos maiores patrimônios do estado, e que terá a participação de um personagem especial.

O “Professor Mário”, personagem criado para homenagear Mário Ypiranga Monteiro, um dos grandes intelectuais do Amazonas, é quem apresentará o Teatro para o público. Interpretado pelo ator Roger Barbosa, da Cia. Metamorfose, o professor falará sobre algumas das características do prédio histórico.

“Já interpreto esse personagem há quase 20 anos, desde que foi criado o projeto ‘Livro Vivo’, e assim o Teatro Amazonas virou minha segunda casa. Tenho um carinho muito grande por esse personagem e pelo lugar. Para mim, é uma honra estar participando deste momento, em que este patrimônio comemora 124 anos, sendo um prédio-símbolo de nossa atividade cultural do nosso estado”, declara o ator.

O vídeo será lançado nas redes sociais da Secretaria (@culturadoam) às 11h desta quinta-feira (31/12). “Neste momento em que precisamos evitar aglomerações para conter o avanço da Covid-19, queríamos lembrar esta data tão importante de alguma forma, e por isso pensamos neste vídeo, com muito carinho, e também com um personagem tão importante na história do nosso estado”, diz o secretário da Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz.

Sem visitações – Os espaços culturais do Estado estão fechados para visitação após o Decreto nº 43.234, publicado pelo Governo do Amazonas. A medida estabelece que as atividades nos equipamentos culturais sejam suspensas até o dia 10 de janeiro, quando uma nova agenda vai ser reestruturada, conforme o cenário no estado.

Visita virtual – O público pode conhecer o Teatro Amazonas de forma virtual na aba “Cultura Sem Sair de Casa”, no Portal da Cultura (cultura.am.gov.br). No site, o visitante pode encontrar uma visita em 360º e observar o Hall, Salão de Espetáculos, Salão Nobre, pavimentos, além de encontrar informações relevantes sobre o prédio histórico.

 Sobre o Teatro – Principal símbolo cultural e arquitetônico do estado, o Teatro Amazonas, localizado no Largo de São Sebastião, no Centro de Manaus, mantém viva boa parte da história do ciclo da borracha, época áurea da capital amazonense.

Inaugurado no dia 31 de dezembro de 1896 e tombado como Patrimônio Histórico Nacional em 1966, o Teatro Amazonas preserva parte da arquitetura e decoração originais. O estilo arquitetônico é renascentista, com detalhes ecléticos.

Na área externa, a famosa cúpula é composta por 36 mil peças nas cores da bandeira brasileira, importadas da Alsácia, na França. A maior parte do material usado na construção do teatro foi importada da Europa: as paredes de aço de Glasgow, na Escócia; os 198 lustres e o mármore de Carrara das escadas, estátuas e colunas, são da Itália.

A Sala de Espetáculos tem capacidade para 701 pessoas, distribuídas entre a plateia e três pavimentos de camarotes. No teto côncavo, estão quatro telas pintadas em Paris pela tradicional Casa Carpezot. As telas representam a música, dança, tragédia e ópera. Esta última é uma homenagem ao compositor brasileiro Carlos Gomes. Ao centro, um majestoso lustre de bronze francês. Máscaras nas colunas da plateia homenageiam compositores e dramaturgos, entre eles, Aristófanes, Molière, Rossini, Mozart e Verdi.

No Salão Nobre, onde aconteciam os grandes eventos sociais da época, destaca-se a pintura do teto feita por Domenico de Angelis, em 1899, e que foi batizada de “A glorificação das Bellas Artes da Amazônia”.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •