Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em visita na manhã da última quinta-feira (1) ao Centro Multiusuário para Análise de Fenômenos Biomédicos (CMAbio) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), a deputada professora Therezinha Ruiz (PSDB) conheceu as instalações e o sistema de captação e geração de amostras biológicas e materiais aplicados à saúde, além do programa de Telemedicina, que chega aos pacientes das comunidades distantes do interior do Amazonas.

Durante a visita, a deputada Therezinha Ruiz conversou com o reitor Cleinaldo Costa, com o professor Jeferson Jurema e pesquisadores, sobre o avanço da UEA nos trabalhos de pesquisa na área de saúde, em benefício da população amazonense, principalmente do interior do Estado, pelo atendimento via Telemedicina.

“A UEA tem um trabalho comprometido com a região amazônica. Na área de Telemedicina temos o melhor programa do Brasil, levando atendimento aqueles pacientes que não têm condições de chegar a Manaus em busca de tratamento e a Universidade chega às comunidades indígenas e ribeirinhas”, observou a deputada.

No CMAbio, instalado na Escola Superior de Ciências da Saúde, na Unidade da Cachoeirinha, Therezinha conheceu os equipamentos de alta precisão como os microscópios eletrônicos de transmissão e varredura e microscópio óptico de última geração, que funcionam sob a direção de um colegiado de pesquisadores e técnicos especializados.

“É um laboratório comandado por pesquisadores altamente capacitados e utilizado também pelos acadêmicos de medicina, o que nos orgulha muito pela formação sólida que estão recebendo no estudo dos agentes patogênicos e que se tornarão bons profissionais para atender os amazonenses, especialmente do interior”, destacou a deputada.

O laboratório, pela característica multiusuário, está aberto à utilização por outras instituições do País, para a realização de pesquisas, usando os equipamentos potentes, com a possibilidade de desenvolver estudos de relevância na comunidade científica mundial.

Para o reitor Cleinaldo Costa, o CMAbio eleva o nível da pesquisa no Amazonas. Um investimento, segundo ele, ousado, em momento de crise, que confirma o papel estratégico da UEA para o desenvolvimento do Estado.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •