Foto: Raphael Alves
Compartilhe

Um posto de vacinação contra a covid-19 está funcionando na quinta e na sexta-feira (dias 25 e 26/11), no hall de entrada do Fórum de Justiça Henoch Reis, no bairro São Francisco, como parte das ações da “19.ª Semana Justiça pela Paz em Casa”. A ação é uma iniciativa da Coordenadoria da Comissão da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, do Tribunal de Justiça do Amazonas, e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e da Secretaria Municipal de Administração (Semad), visando, primordialmente, a facilitar a vacinação de pessoas que tenham sido intimadas a participar das audiências agendadas para atividade, uma vez que o Tribunal exige o comprovante de vacinação contra a covid-19 para o acesso às dependências de suas unidades jurisdicionais e administrativas, conforme Resolução n.º 023/2021 e Portaria n.º 1.815/2021, ambas da Corte de Justiça.

O posto de vacinação está funcionando das 8h30 às 17h e disponibiliza as 1.ª, 2.ª e 3.ª (reforço) doses dos imunizantes Pfizer, CoronaVac (Butantan) e Astrazeneca, para as pessoas que circulam no hall do Fórum de Justiça Ministro Henoch Reis e que estejam dentro dos critérios para o recebimento da vacina.

A coordenadora da Comissão da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, desembargadora Graça Figueiredo, esteve na manhã desta quinta-feira acompanhando o trabalho no posto de vacinação e destacou a importância desse trabalho. “No retorno integral às atividades presenciais, o Judiciário amazonense adotou medidas com a finalidade de assegurar maior segurança à saúde de todos aqueles que trabalham e que precisam dos serviços prestados pelo Tribunal de Justiça. As pessoas que estão sendo vacinadas aqui, vêm tratar de seus processos, inclusive os marcados pelas três Varas ‘Maria da Penha’, que funcionam no Fórum Henoch Reis. Para nós é motivo de grande alegria estar contribuindo para o fortalecimento da cobertura vacinal contra a covid-19 em nosso Estado”, informou a desembargadora.

O secretário da Semad, Ebenezer Bezerra, acompanhou a desembargadora Graça durante a visita ao hall do Fórum Henoch Reis onde ocorre a vacinação. “Por determinação do prefeito David Almeida, estamos dando todo o apoio logístico, entre outras ações, para que as três equipes da Secretaria de Saúde viabilizem a vacinação das pessoas que aqui circulam e que também vêm resolver suas questões e participar desse evento promovido pela Justiça estadual sob a coordenação da desembargadora Graça Figueiredo. É um privilegio poder estar aqui e colaborar, juntamente com a Semsa, para o grandioso evento ‘Semana Justiça pela Paz em Casa'”, disse o secretário.

O coordenador Subcomitê de Atenção Integrada à Saúde de Magistrados e Servidores do TJAM, juiz Áldrin Henrique de Castro Rodrigues, destacou a importância da parceria e a relevância da vacinação para a sociedade, que enfrentou situações críticas durante a pandemia e vê na vacinação a esperança para a volta à normalidade. “Os fóruns e dependências dos tribunais recebem uma diversidade de cidadãos, são operadores de direito, partes processuais, colaboradores de outras instituições, todos os que buscam acesso à Justiça e à jurisdição. Então, é uma forma de contribuir com a segurança dos que já se encontram vacinados, bem como dar agilidade aos processos em andamento, em especial durante a ‘Semana da Justiça pela Paz em Casa’”, disse o magistrado, que lembrou do simbolismo do dia 25 de novembro, primeiro dia de vacinação promovido no hall do Fórum Henoch Reis. “Hoje é o ‘Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher’ e esta ação é uma forma que a Justiça, em parceria com a municipalidade, tem de contribuir também com a cobertura vacinal da população, ao mesmo tempo que oferece a agilidade na atividade-fim, garantido o comparecimento presencial das partes às audiências agendadas”, avaliou o magistrado.

Segundo a chefe da Divisão de Vigilância e Saúde Sul da Semsa, Ieda Rocha, a ação contribui para as estatísticas positivas de vacinação contra a covid-19, considerando a movimentação de pessoas que acessam diariamente a Justiça Estadual. “É uma feliz parceria entre Secretaria Municipal de Saúde e o Poder Judiciário, porque nos ajuda a aumentar a cobertura vacinal e quebrar a cadeia de transmissão da doença”, avaliou.

Durante estes dois dias de ação de vacinação contra a covid-19, a equipe da Secretaria de Serviços Integrados de Saúde do TJAM está a postos e se estruturou para total apoio à atividade. “O Setor Médico está mobilizado para dar total apoio a essa iniciativa. Estamos organizados, paralelamente, para continuar os atendimentos médicos e de enfermagem de rotina sem prejuízo às atividades já marcadas ou possíveis demandas dos nossos magistrados e servidores. Estaremos no apoio total”, explicou a secretária de Serviços Integrados de Saúde do TJAM, médica Ana Cyra Fernandes Coelho. Dúvidas sobre o atendimento podem ser esclarecidas pelo telefone do Setor Médico: (92) 3303-5257.

“Vacinação bem-vinda”

O servidor público da Secretaria de Saúde do Estado (Susam) Sebastião Marques Neto, 42 anos, PCD, estava no Fórum Henoch Reis para acompanhar o irmão a uma audiência de Família. “Meu irmão não tem transporte e, graças a Deus, eu dirijo e vim acompanhar ele. No momento que vim pegar o documento de comparecimento, vi a movimentação e percebi que estavam oferecendo a vacina contra a covid-19. Aproveitei para tomar minha terceira dose”, contou Sebastião.

Ele estava esperando a vacinação ser oferecida em algum local mais próximo de sua casa ou trabalho e viu no oferecimento, durante o evento da Justiça, a oportunidade de resolver o problema. “Eu contrai covid em setembro de 2019 e tive muitas perdas de pessoas próximas. Isso tudo está recente no nosso sentimento, então, tudo o que for para proporcione uma defesa, uma prevenção, temos de fazer, cooperar e participar. Achei perfeita a iniciativa”, declarou o servidor público.

A advogada Fernanda Viana, 25 anos, ressaltou a falta de tempo para se vacinar e apreciou a iniciativa. “Eu achei uma iniciativa muito boa porque a gente não tem tempo de estar indo nos locais de vacinação e ter locais alternativos é um incentivo à vacinação em massa. Tivemos perdas na família antes do início da vacinação e eu ainda estava verificando onde eu poderia ir para tomar minha terceira dose porque estou totalmente sem tempo e, hoje, vim no Fórum e tive a oportunidade, estou aproveitando”, disse a advogada.


Compartilhe