Compartilhe
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share

O colesterol é uma gordura essencial para a proteção das células, produção de hormônios, da bile e de vitamina D. Mas, se o LDL (colesterol ruim) estiver em excesso no organismo, pode causar sérios problemas cardíacos.

De acordo com o Ministério da Saúde cerca de 40% da população brasileira tende a sofrer com aumento do mau colesterol. A Sociedade Brasileira de Hipertensão estima que a hipertensão arterial atinja em torno de, no mínimo, 25% da população adulta do país. Em homens e mulheres com mais de 60 anos, esse índice chega a 50% e os dados dão conta de que 5% das crianças e adolescentes brasileiros sejam acometidos por essa enfermidade.

De acordo com cardiologista conveniado da Unimed Manaus, Sérgio Machado, são muitos os fatores que contribuem para o aumento do mau colesterol, como por exemplo, excesso de peso, histórico familiar, ingestão de alimentos gordurosos ou pobres em fibras, fumar, consumo de bebida alcoólica e sedentarismo, assim, simples mudanças nos hábitos do dia-a-dia são essenciais para baixar o colesterol.

“Alimentos como bacon, frios, carnes defumadas, enlatadas e com gordura, frituras, manteiga, salgadinhos, leite integral ou condensado, chantilly, ovas de peixe, queijos amarelos, frango com pele, são alimentos ricos em colesterol e devem ser evitados”, afirma o médico.

Uma alimentação saudável é fundamental para controlar o alto colesterol (LDL). Para isso, é preciso seguir uma dieta à base de verduras, frutas, carnes brancas, fibras, azeite de oliva e hortaliças. Alguns alimentos, como abacate, peixes e laranja, colaboram na redução do alto colesterol (LDL) e contribuem para o aumento do bom colesterol (HDL).

“O abacate, por exemplo, beneficia combate do alto colesterol (LDL). Ele é rico em gordura monoinsaturada e auxilia o aumento do bom colesterol (HDL). As frutas fontes de vitamina C têm substâncias antioxidantes, que auxiliam na diminuição dos níveis de LDL (colesterol ruim), pois limitam a absorção do colesterol no intestino”, explica o médico.

Além de alimentação, a prática regular de atividade física traz benefícios para todos os indivíduos, independente da situação de saúde e patologias associadas. “A atividade física auxilia na manutenção dos níveis de colesterol. Isso sem contar com a manutenção do peso saudável” finaliza.

Sobre a Unimed – Em 2017, a Unimed completou 50 anos de atuação no mercado de saúde suplementar. A marca nasceu com a fundação da Unimed Santos (SP), em 1967, e hoje é composta por 346 cooperativas médicas, que prestam assistência para cerca de 18 milhões de beneficiários em todo País. Atuando sob o modelo cooperativista, a Unimed conta com mais de 113 mil médicos, 115 hospitais próprios e 2.584 hospitais credenciados, além de pronto-atendimentos, laboratórios e ambulâncias que garantem a qualidade da assistência médica, hospitalar e de diagnóstico complementar prestada aos beneficiários das cooperativas.

Sobre a Unimed Manaus – Com 38 anos de atuação, uma equipe médica composta por mais de 850 médicos cooperados e a mais completa rede hospitalar com 6 unidades, sendo 3 hospitais próprios, 90 clínicas, 11laboratórios, Centro de Oncologia, 2 Centros de Diagnóstico e Imagem, Unidade Coronariana com equipe 24 horas, Unidade Neonatal, UTI Pediátrica e Adulto, Pronto Socorro Adulto e Infantil, e 800 consultórios que atendem diversas especialidades.


Compartilhe
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share